Me siga por aqui... Deixe seu e mail:

sábado, 12 de setembro de 2015

De Saint Jean Pied de Port a Roncesvalles


Cheguei em Saint Jean Pied de Port, sul da França, no dia 11 de junho de 2015. Já tinha feito minha reserva no Alberque Beilari, excelente por sinal, vale a pena ficar ali, e por volta de 16:30h saí do ônibus e fui caminhando até o albergue. Uma graça de lugar. Chovia bastante e o que diziam é que se fizesse mal tempo no dia seguinte não seria aconselhável subir os Pirineus e sim ir por Valcarlos. Eu não sabia ainda o que fazer, tudo era novo e estava apenas observando...
No jantar conheci várias pessoas, um casal e Jose, quer eram brasileiros. Eles me disseram que se eu quisesse fazer a primeira jornada com eles poderia acompanha-los e é obvio que eu aceitei. No dia 12, às 6h da manhã iniciamos o Caminho de Santiago de Compostela em direção a Roncesvalles. Não vou mentir para você, é um trajeto bem duro, tanto a subida quanto a descida. Eu tive muita sorte porque Jose já tinha feito o caminho várias vezes, tinha conhecimentos e caminhando ao meu lado, me ajudou muito. Ele me dava dicas de como manter o ânimo, de como me cansar menos, onde olhar, como caminhar.... Por exemplo, na primeira subida estava tão cansada que parecia que não ia conseguir recuperar mais o fôlego e ele me dizia... Fique tranquila porque isto vai passar... Descanse tranquila.... E quando voltar a caminhar não olhe para a imensa subida a frente, olhe para o chão e siga caminhando olhando o chão, fica mais fácil... E era verdade, não focar a atenção no trajeto difícil pela frente me ajudava e vencê-lo... Em outro momento ele me disse... Caminhe de costas e devagar olhando para o trajeto que já venceu... Isto vai te descansar... Achava antes que andar de ré não trazia benefícios e mudei neste dia meu paradigma porque algumas vezes andar de ré é bem benéfico... Ele me ensinou como preservar os joelhos nas descidas que são mais difíceis que a subidas... Grata José! Ele foi o primeiro anjo que surgiu em meu caminho. Sou imensamente grata por isto e por todos os conhecimentos que me passou antes de seguir o seu caminho e que me ajudaram durante todo o trajeto até Santiago de Compostela. Chegamos a Roncesvalles por volta de 17h. Nem acreditei quando vi a placa e a cara da cidade.... Uma sensação maravilhosa de prova vencida. Fiquei no Albergue Municipal, que é grande e tem ótima estrutura. Descobri que depois de uma longa caminhada como esta, o banho é fator renovador e revigorante. Passei a valorizar mais algo tão simples como um banho. Me lembrei do filme “Cidade dos anjos” em que o anjo (Nicolas Cage) toma banho pela primeira vez depois que se tornou humano e percebe cada detalhe, coisas que geralmente não fazemos por ser tão comum... Eu passei a sentir a água no corpo de maneira diferente e a valoriza-la de verdade. Foi em Roncesvalles que vi pela primeira vez o homem que semeava alegrias e amor. O Caminho é cheio de encantos e pouco a pouco vou compartilhando contigo...


Nenhum comentário:

Postar um comentário